Peixe e Mariscos

Os mercados e muitos restaurantes no Algarve oferecem uma grande variedade de peixe fresco e marisco. Gostaríamos de o ajudar em primeira mão a fazer as escolhas certas.

O Algarve tem tirado o maior proveito da sua extensa costa e, ao longo dos tempos, modelou a sua cozinha de forma a incorporar uma vasta gama de produtos do mar, que crescem nas suas costas. Na verdade, Portugal é uma nação de grandes consumidores de peixe, estimando-se que, 40% das proteínas consumidas pela população, tenham origem nestas criaturas amigas, que nos chegam do mar. De facto, tal não nos surpreende, considerando a longa e aventurosa história marítima do país, onde o oceano que a banha não só provou ser uma excelente fonte para a culinária nacional, como também abriu caminhos para novos mundos, dando azo à expansão do império..

A pesca do atum foi outrora uma arte, com uma legião de dedicados pescadores, que a ela se entregavam. Infelizmente esta arte morreu nas últimas décadas, e com ela muitos dos engenhosos métodos piscatórios. Possuindo uma vasta variedade de instrumentos, tais como a armação e diferentes tipos de redes, a captura de atuns iniciava, assim que o Verão se fazia sentir, com cardumes de atuns provenientes dos Açores, a caminho da desova no Mediterrâneo. Estes peixes bem nutridos ofereciam uma pescaria impressionante, e eram em tão grande número que, cidades como Vila Real de Santo António, no extremo este do Algarve, dependiam inteiramente do atum, sendo este o motor da sua economia.

Fábricas de enlatados de atum e sardinhas fizeram já parte da paisagem local, mas, desde que a pesca ao atum terminou em finais dos anos 60, as fábricas de peixe ficaram limitadas à cidade piscatória de Olhão, com o seu extenso e moderno porto. Aqui, a pasta de sardinha, um dos produtos mais simbólicos da região, que certamente encontrará acompanhado de pão, manteiga e azeitonas, constitui uma entrada bastante comum na maior parte dos restaurantes. Além desta, outras pastas de peixe, assim como peixe enlatado são aqui produzidos e daqui exportados. Esta tranquila cidade de trabalho apresenta, também, o maior e, provavelmente, o mais animado mercado de peixe da região e uma mão-cheia de restaurantes conceituados, todos eles dedicados ao peixe. Estes restaurantes unem-se para celebrarem o “Festival de Marisco”, que tem lugar todos os anos em Agosto.








Peixe-chatos, enguis, raias

Arraia (Raia), Safio, Lingua, Pregado (Parracho), Rodovalho


Peixe de Luxo

Robalo, Dourada, Cherne, Corvina, Pargo de Mitra, Peixe galo, Linguado, Tamboril


Moluscos bivalves e gastropodes

Améijoa boa, Búzio, Conquilha, Longueirão (Lingueirão, Lengueirão), Perceves, Ostra




As nossas Recomendações
Publicidade